ACESSO RESTRITO

ANIVERSARIANTES

  • 13/11 - ANTONIO SERGIO CORDEIRO PIEDADE

  • 13/11 - AURELIO RENE ARRAIS

  • 14/11 - INES AMELIA NIGRO

  • 16/11 - WILSON PEDRO PLAVIAK

  • 17/11 - ERZILA DE ALMEIDA PERRI

  • 19/11 - VALÉRIA PERASSOLI BERTHOLDI

A | A

Terça-Feira, 19 de Setembro de 2017, 14h:31

Luto

Morre Fadel Tajher Iunes, um dos pioneiros do MP-MT


Com informações do MP-MS

Fadel

 Procurador Fadel Iunes integrou quadro do MP-MT antes da divisão estadual (foto-MP-MS)

Faleceu, na madrugada desta terça-feira (19/9), o procurador de Justiça aposentado, Fadel Tajher Iunes, aos 82 anos. Iunes foi membro do Ministério Público de Mato Grosso, antes da divisão do Estado. Após a divisão, optou em seguir a carreira no MP de Mato Grosso do Sul. Nascido em Corumbá (MS), Fadel Tajher Iunes deixa quatro filhos, nove netos, três noras, e viúva Kaly Terezinha Iunes.

Em novembro do ano passado, Fadeu Iunes esteve em Cuiabá, em cerimônia na Procuradoria Geral de Justiça, para conhecer o "Projeto Memória". “Estou muito feliz em rever amigos que estiveram ao meu lado quando iniciei a vida profissional. Antônio Hans foi meu chefe por muitos anos, mas na época da divisão do Estado, como eu morava em Corumbá, acabei ficando em Mato Grosso do Sul”, relembrou na ocasião (clique aqui).

O presidente da Associação Mato-Grossense do Ministério Público (AMMP), Roberto Aparecido Turin, lamenta o falecimento de Fadel Iunes e ressalta a importância do procurador, bem como dos colegas de sua geração, na formatação do que hoje é o Ministério Público. "Iunes fez parte de uma geração que brigou para construir o Ministério Público constitucional e forte que temos hoje. Merece todas as nossas homenagens", diz.

Na sede do MP-MS, na sessão do Conselho de Procuradores de Justiça desta manhã (19), o procurador-geral de Justiça, Paulo Cezar dos Passos, se pronunciou sobre o falecimento do ex-procurador-geral. “É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do ex-procurador-geral Fadel Iunes, que por duas vezes foi Procurador-Geral de Justiça, Corregedor-Geral do MP, Procurador-Geral Adjunto, e acho que todos que conviveram com ele, concordam que marcou uma época no Ministério Público de Mato Grosso do Sul. Desejamos que sua alma descanse em paz e que seus familiares sejam confortados nesse momento de dor”.

O procurador de Justiça e corregedor-geral do MPMS, Marcos Antonio Martins Sottoriva, também se manifestou sobre o falecimento do ex-Procurador-Geral e ressaltou sua importância para o Ministério Público Estadual. “Ele foi um baluarte dessa Instituição, começando até por esse próprio prédio, que não podemos esquecer que foi uma conquista dele”.

Trajetória

Quando houve a divisão do Estado, apenas onze Procuradores de Justiça faziam parte do quadro do Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul, entre eles estava Fadel Tajher Iunes. 

O Procurador de Justiça aposentado Fadel foi nomeado para o cargo de Procurador-Geral de Justiça em abril de 1994 em substituição ao Procurador-Geral de Justiça Ovídio Pereira, e foi reeleito em 1996 como Procurador-Geral de Justiça.

Fadel Tajher Iunes foi também Procurador-Geral Adjunto e Corregedor-Geral do MPMS. Marcou época na Instituição, pois ajudou a modernizar o Ministério Público de Mato Grosso do Sul. (Com informação e trechos de texto do MP-MS: Waleria Leite e Ana Paula Leite)

CLIQUE AQUI e leia entrevista concedida por Fadel Iunes ao MP-MS, em que analisa o Ministério Público como "sustentáculo da democracia e do direito".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia