ACESSO RESTRITO

ANIVERSARIANTES

  • 24/10 - VIVIAN NICOLAI DAHER RODRIGUES FERREIRA

  • 24/10 - MARCIA BORGES SILVA CAMPOS FURLAN

  • 26/10 - RENATO SALVADOR KAMENSEK

  • 26/10 - EMANUEL FILARTIGA ESCALANTE RIBEIRO

  • 27/10 - PAULO JOSE DO AMARAL JAROSISKI

  • 28/10 - LILIA ALVES FERREIRA

A | A

Sexta-Feira, 18 de Novembro de 2016, 11h:13

Noticias

Regras Gerais para Prática do Futebol

REGRAS GERAIS PARA PRÁTICA DO FUTEBOL DE  15/06/08

 (Alterado em 02/02/10, com a alteração do Art. 4º “caput”, e inserção do § 3º, do Artigo 9, cuja redação está ali redigida)

 

 

Art. 1º - O campo de futebol da AMMP estará disponível três vezes por semana, as terças e quintas-feiras, bem como aos sábados ou domingos, estes últimos dias, mediante solicitação prévia.

§ 1º - A autorização para que eventuais equipes visitantes possam jogar contra a equipe da casa deverá ser concedida pelo Diretor de Futebol, nomeado pela Presidência. Também poderá autorizar o jogo qualquer outro membro da Diretoria da AMMP.

§ 2º - O Diretor de Futebol será um membro do MP nomeados pelo Presidente, com mandato coincidente com os da Diretoria da AMMP, podendo ocorrer substituição por deliberação desta.

 

Art. 2º - Os usuários do campo de futebol são os associados da AMMP, seus dependentes e convidados permanentes ou eventuais.

§ 1º - Serão considerados dependentes os ascendentes, descendentes, cônjuges, irmãos e colaterais até o terceiro grau.

§ 2º- O limite mínimo de idade para os dependentes participarem dos jogos é de 18  (dezoito) anos e para os convidados é de 25 (vinte e cinco) anos.

§ 3º - Poderão indicar nomes de pessoas como convidados permanentes e eventuais para a prática do futebol apenas os associados, ficando a aprovação dos convidados permanentes a cargo do Diretor de Futebol.

§ 4º - Da categoria convidados eventuais, ou seja, aqueles que participarem esporadicamente da prática do futebol será exigido o pagamento de uma taxa de R$ 10,00 (dez reais) por dia de utilização do campo de futebol, com possibilidade de desconto em folha de pagamento do associado que efetuou o convite. Os convidados eventuais terão o mesmo tratamento dispensado aos demais praticantes do futebol.

§ 5º - Cada associado poderá apresentar convidados livremente, desde que existam vagas, evitando-se o elevado número deles que não poderá exceder a 40 (quarenta).

§ 6º - Ao convidado é proibido trazer estranhos para prática do futebol.

 

Art. 3º -Os convidados permanentes contribuirão com uma taxa mensal fixada pela Diretoria da AMMP que será destinada ao pagamento das despesas com o futebol, como por exemplo, árbitro, material esportivo, iluminação, etc.

§ 1º - Os goleiros ficarão isentos do pagamento de qualquer taxa.

§ 2º - O convidado permanente que estiver inadimplente por mais de 03 (três) meses consecutivos, será automaticamente desligado do quadro de praticantes do futebol.

§ 3º - O convidado permanente que por qualquer motivo, inclusive contusão, não estiver participando da prática do futebol, terá que manter em dia o pagamento de sua taxa mensal sob as penas do parágrafo anterior.

 

Art. 4º - Assim que forem chegando os associados, eles colocarão seus nomes em quadro apropriado, de forma alternada entre o primeiro e o segundo time, até completar o número de 16 (dezesseis) atletas, formando as equipes que realizarão o primeiro jogo.

§ 1º - Cada partida terá a duração de 15 (quinze) minutos, com exceção da primeira que terá a duração de 20 (vinte) minutos. Em caso de empate no primeiro jogo, haverá prorrogação por mais cinco minutos, com morte súbita e, caso permaneça o empate, será decidido no par ou ímpar.

§ 2º - Nas partidas seguintes, ocorrendo o empate, deixará o campo a equipe que venceu o jogo anterior.

 

Art. 5º - As partidas não poderão ser iniciadas antes das 19h15min e após o seu início, não poderá ser feita qualquer modificação na composição do time. O atleta que chegar depois do início, deverá aguardar a próxima equipe para integrá-la.

§ único – Os associados que chegarem até o início da primeira partida terão preferência para jogar, substituindo os últimos dependentes ou convidados que serão os primeiros do time seguinte.

 

Art. 6º - As duas primeiras equipes farão a primeira partida e a vencedora terá o direito de disputar a segunda. Vencida a segunda partida por uma diferença de mais de 02 (dois) gols, terá o direito de disputar também a terceira partida, desde que não haja equipe completa aguardando para jogar.

 

Art. 7º - Não sendo possível formar a terceira e a quarta equipes, os atletas que ainda não jogaram formarão sua equipe com os perdedores da partida anterior, respeitada as posições constantes do quadro do time perdedor e não a ordem de chegada.

 

Art. 8 º - Em caso de substituição do atleta durante o jogo, por qualquer motivo, terá preferência para jogar aquele que constar do início do time seguinte e assim sucessivamente.

§ único – O atleta substituto conserva sua vez para a partida seguinte, salvo se a substituição ocorreu nos primeiros 05 (cinco) minutos de jogo.

 

Art. 9º - As punições a serem aplicadas pelo árbitro em campo e durante o jogo, consistirão na apresentação dos cartões amarelo e vermelho.

§ 1º - O cartão amarelo será aplicado ao atleta que proferir palavras ofensivas ou xingamentos, bem como praticar quaisquer atos antidesportivos, tendo como conseqüência a retirada dele da partida e suspensão por 03 (três) minutos. Em caso de reincidência e aplicação do segundo cartão amarelo na mesma partida, o atleta punido não participará mais daquele jogo, vedada a sua substituição.

§ 2º - O cartão vermelho será aplicado ao atleta que intencionalmente praticar o jogo violento, tendo como conseqüência a retirada do campo, sendo que ele não jogará mais naquele dia.

§ 3º - O atleta que se retirar da partida durante a sua realização sem motivo justificado, será punido com cartão vermelho, não podendo mais compor a equipe neste dia, estando consequentemente suspenso, também, para o jogo do próximo dia.

 

Art. 10º - No caso de aplicação do cartão vermelho, de ato de indisciplina ou transgressão ao presente regulamento, os atos dos atletas envolvidos serão submetidos à avaliação da Comissão de Futebol que será formada por três membros, nomeados e presididos pelo Diretor de Futebol, podendo ela aplicar as penas de advertência, suspensão ou exclusão da freqüência à prática do futebol.

 

Art. 11º - Este regulamento entra em vigor na data de 15 de julho de 2008.

 

 

                                                                            Cuiabá, 02 de fevereiro de 2010.

 

 

 

 

JOSÉ ANTÔNIO BORGES PEREIRA                        MAURO BENEDITO POUSO CURVO

Presidente da AMMP                                                Diretor de Esportes da AMMP

 

 

 

 

 

ODILON KIYONORI UEMA

Coordenador de Futebol da AMMP

Arquivo(s) anexado(s)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Confira também:

INíCIO
ANTERIOR
1 de 1
PRÓXIMA
ÚLTIMA