Vídeos

Entrevista

Turin defende carreira atrativa a promotores para enfrentar crimes e improbidades

(Transcrito do Site Repórter MT) Em entrevista ao site Repórter MT, o promotor de Justiça, Roberto Turin, que responde pela presidência da Associação Mato-grossense do Ministério Público (AMMP), declarou que tem sido mal interpretado por defender a boa remuneração a promotores. Turin argumenta que a carreira de membros do Ministério Público precisa ser atrativa para que os profissionais sejam empenhados no combate a crimes como corrupção, tráfico, improbidade administrativa, entre outros, que atendem diretamente aos interesses da sociedade. Ele destaca que jamais desmereceu a categoria de professores, que por muitas vezes são mais qualificados que membros do MP, mas é injusto comparar os salários dos promotores com os dos profissionais de magistério, que ganham menos. São categorias distintas, com exigências distintas. “O professor deve lutar pela melhoria do salário dele e as condições do salário dele. Isso é justo. E em muitos casos vai contar com o apoio do Ministério Público para isso. Agora é injusto comparar que se um tem, outro não tem, então ninguém pode ter. Essa não pode ser a filosofia”, declarou. Veja o vídeo!